sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

DO INTERESSE


"Mas a quem interessa esta agenda política tão alienada da realidade? A quem interessa a intriga palaciana constante, também constantemente acompanhada por um discurso pouco polido, para não dizer desastradamente vulgar, na pior acepção do termo? Com cerca de 40% da população a atingir níveis de pobreza, não fora a ajuda pública. As últimas sondagens dizem tudo.
Chega de ruído, de desculpas, que o País precisa de trabalho, a começar pelo Governo.
Mas, se nos rodearmos de pequenos calígulas, a situação só propiciará mesmo a corrupção económica e moral desta nossa sociedade."
Paula Teixeira da Cruz, in CM

Sem comentários: