sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

NÃO HÁ...

... coisa mais dura do que a indiferença. Pelo outro, por nós, por tudo. A indiferença é a morte. E com tanto tempo para morrer é uma pena que se deitem fora tantas e tantas coisas pelas quais vale a pena viver.

Sem comentários: