quinta-feira, 6 de setembro de 2012

O ESPELHO DA PÁTRIA

Vale a pena ler este artigo sobre a "escrita" da Margarida Rebelo Pinto. A mim deixou-me fascinado e, ao mesmo tempo, profundamente agradecido a quem se deu ao trabalho árduo de ler o ilegível. No entanto, aquilo que me ocorre perguntar será: então e o que dizer do país que elege tamanha sapiência como a sua autora mais vendida? Falido, pois claro. Será caso para dizer que, como diria alguém, não há coincidências.

Sem comentários: