Pensamento, m. - Acto ou efeito de pensar. Qualquer acto de inteligência. Fantasia. Ideia. Espírito. Uso da razão. Reflexões

sexta-feira, outubro 25, 2013

POBRES HÁ MUITOS MAS HÁ UNS QUE SÃO MAIS POBRES DO QUE OUTROS

Uma das vantagens de se viver aqui por estas bandas é de facto estar-se perto da acção: em três fins de semana, de carro, andámos por Antuérpia, Maastricht, Aachen, Bona, Colónia e Paris. Com a excepção parisiense, uma coisa é estranhamente comum a todos esses locais: os preços dos transportes, dos supermercados ou dos bares e restaurantes de baixo custo são apenas ligeiramente mais elevados do que os portugueses. No entanto, os salários daqui , principalmente os médio-baixos, duplicam, quando não triplicam, os que são praticados em Portugals. É aí que está a qualidade de vida. O ponto aqui é que, ou os portugueses ganham muito mais do que se diz, ou são explorados por um mercado que, controlado por forças obscuras, perverte o preço óptimo que as pessoas deveriam pagar, ou uma mistura de ambas. No final a conclusão é que ser pobre em Portugal é muito mais complicado do que no norte da Europa.

Sem comentários: