segunda-feira, 2 de junho de 2014

UM PROCESSO (III)

Outra dificuldade dos neuróticos e obsessivos perseguidores da felicidade futura consubstanciada num resultado final particular é a incapacidade de adaptação do próprio objectivo. Fará sentido um homem de quarenta anos perseguir uma imagem do seu 'eu' futuro que estabeleceu como seu objectivo final de felicidade quando tinha apenas vinte anos? Só se não tiver aprendido nada entretanto.

Sem comentários: