domingo, 30 de novembro de 2014

ORA, PERMITAM-ME QUE PERGUNTE

Se fosse no congresso do PSD, durante o discurso de Passos Coelho, que se começasse a nomear mulheres mortas por violência doméstica também era "preocupação social" e um momento de "sublime faro político" ou já seria um caso vergonhoso de apropriação, sem autorização, da desgraça alheia em busca de benefícios populistas e eleitorais?

Sem comentários: