quinta-feira, 16 de novembro de 2017

EUROCENTENAS

Aqui há dois dias cruzei-me com um indivíduo no aeroporto de Zaventem que circulava no tapete rolante em sentido contrário ao meu. Pareceu-me familiar e prestei-lhe atenção: dava ares de ser o Dr. Centeno. O homem olhava para os carros de alta cilindrada ali em exposição e sorria para o ar. A vida corre-lhe bem, pensei. Sei agora que o Dr. Centeno andou nos últimos dois dias a tratar da sua vida tendo em vista o Eurogrupo. Entretanto, noticia-se que faltam mil milhões de euros no serviço nacional de saúde português. Não parecia preocupado.

Sem comentários: