quinta-feira, 16 de novembro de 2017

WEB GNR

Aterro ontem em Lisboa no meio de uma multidão de voluntários de T-shirt azul excitadíssimos com a Web Summit. Cartazes, flyers, carros, fanfarra moderna. Tudo muito bem. Melhor ainda, mesmo moderno, foi ao entrar no Uber que já esperava por mim à saída do aeroporto o motorista pedir-me para ir à frente porque, atente-se, a polícia estava a fazer uma operação Stop na rotunda à cata de Ubers. Perante a minha estranheza, explicou: "a malta da Web Summit chama toda um Uber". Meu dito, meu feito, na rotunda lá estavam uns GNR de boné e barriga a pararem viaturas para ver se aquelas eram uma coisa que nem sequer é ilegal. Mas, admitamos, faz sentido: que melhor cartão de visita para os empreendedores estrangeiros que, dizem-nos, vêm investir no país? Ficam já a saber o que os espera.

Sem comentários: