sábado, 13 de janeiro de 2018

CONFIRMAÇÃO

Leio sobre o debate de ontem e dois pormaiores confirmam a minha decisão de votar em Pedro Santana Lopes: primeiro, Rio não descarta o bloco central; segundo, o mesmo Rio, o da suposta mudança de regime, lançou-se em grande crítica à Procuradoria Geral da República que mais lutou contra a oligarquia do bloco central de interesses (e.g. Sócrates, Salgado, etc.). Até para meio entendedor duas palavras deveriam ser mais do que bastantes: Rio é um adversário do processo de ruptura que Passos Coelho iniciou contra os interesses instalados.

Sem comentários: